Operação #EtiquetAê

 

 


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Você sabia que a criação de animais corresponde a 14,5% dos gases de efeito estufa gerados por atividades humanas? Isso é MUITA coisa! 

E a quantidade de água usada na produção? E o desmatamento de área verde para essa produção? 

 

Xii! Tem muita coisa por trás de um simples pedaço de carne. No dia 31 de Outubro de 2013, Dia das Bruxas, o coletivo Clímax Brasil mostrou quem é a verdadeira bruxa por trás dos produtos.

 

Pode parecer pouco, mas cada 1 kg de carne produzidos são gastos 15 mil litros de água doce e limpa, que é o equivalente a tomar 44 banhos. E para criação dos animais é desmatado o equivalente a 2,4 campos de futebol, e as emissões de gases poluentes é equivalente a como a andar 1.600 km de carro.Isso tudo sem entrar na questão de maus tratos dos milhões de animais abatidos todos os anos, o impacto danoso na saúde humana e os problemas sociais envolvidos, como conflitos de terra, trabalho escravo e assassinato de ativistas.

 

As etiquetagens continuam rolando por todo o Brasil. Muito obrigado para todos aqueles que se juntaram à ação e mostraram as travessuras por trás das gostosuras. Fique a vontade para continuar a ação sempre que quiser, vamos continuar alimentando nosso álbum com fotos.

 

Agradecemos a galera do NÃO MATE pela inspiração na ação Vai Comprar? e pelo apoio e parceria do coletivo que etiquetou carnes com a temática de crueldade animal.

 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 

Quer fazer? Então este é o passo-a-passo:

 

- Clique na imagem abaixo e faça o download do arquivo.

- Imprima em uma folha A4

- Recorte cada etiqueta

- Para colar: com a ajuda de fita adesiva/durex  colado atrás da etiqueta, cole em produtos que contém carne bovina ou suína.

- Registre esse momento (pode ser em vídeo ou em fotos, como você preferir)

- Marque nas redes sociais (Twitter, Facebook, Instagram, etc.) com a hastag  #EtiquetAê e marque e compartilhe sua foto no mural do Clímax Brasil

 

>>Publique também na página do Climax no Facebook e no Evento do Operação #EtiquetAê.